quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Abimael Borges


Um texto sensível que aponta as dores o os prazeres de ser um GP, mas que é, acima de tudo, um abordagem verídica do que homens (e mulheres) PRECISAM se submeter para alcançar objetivos tão comuns na nossa sociedade, o que é fácil pra uns não é para outros, a luta é simplesmente pela dignidade tão almejada por todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário