domingo, 19 de março de 2017

Mais



Foi encontrado morto hoje em sua residência no Pará com sinais de asfixia mecânica (esganadura). A Polícia trabalha na linha de investigação de um possível crime de homofobia. Na residência não há indícios de arrombamento, o que reforça a tese de que o crime possa ter sido praticado por uma pessoa próxima de Wirisley Luiz que era professor e tinha 29 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário