sábado, 4 de julho de 2020

Eu . . .


''Nasci com uma leve e doce inclinação para o insano do mundo, gosto de gente fraca, de bebida pirata, e de ideias marginais. Tenho profundo amor por quem vive na lama, gente feliz é chata demais meu Deus, elas reclamam de tudo, vivem o tempo inteiro grudadas no celular, e na pressa de encontrar não percebem absolutamente nada.
Sou refém de seres ‘’decadentes’’ porque esses já se deram todos os direitos do mundo, inclusive de amar, com o coração, a pica, o cu e as palavras.
Aquilo esta me cheirando mal, é por ali que eu vou. É como se meus pés perdessem a harmonia diante do sol que brilha muito. Já vivi o suficiente para perceber que muitas vezes existe mais santidade na LAMA do que nos altares.
Detesto academia e nunca precisei dela para ser amado, nunca precisei dela para me amar. Adoro goiabada e como todos os dias sem pular um, acho fascinante deixar para amanhã o que posso fazer hoje.
Perdi muitas e muitas guerras por ser forte demais, e ganhei tantas outras por ser frágil e assim vou seguindo na contra mão da vida carregando o peso e a glória de ser quem sou, marcado pelos avessos do mundo.
Sou pessimista convicto, sempre acho que vai da tudo errado, mas sempre, sempre da tudo certo.
O humano em mim nasce de uma ciranda louca entre anjos e demônios. Eu sempre no centro bêbado, chupando dedo, nascendo, nascendo, nascendo. A minha gloria é essa, partir de mim sem nunca ter chegado, depois de cansado de amar regresso ao perverso de mim e me lanço ao mar, fraco bêbado e pirata, totalmente renascido na verdade blindado contra seu farol de luminosidade duvidosa e inundado de ausências’’.Como dizia o poeta talvez o avesso seja meu lado CERTO!
MARLON

Nenhum comentário:

Postar um comentário