sábado, 1 de novembro de 2014

Mais Adriano


Me respondeu com sorriso os ataques que lhe submeti. Era tarde demais para eu remendar o rasgo causado pela minha insensibilidade. Um dos nossos defeitos: olhar o outro como se olha a multidão. Hoje, passei por ela. Com seu olhar "limpo" e coração transformado.
Adriano Gustavo Di Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário