segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Penhasco


''Quando somos estranhos a nós mesmos, o penhasco se torna imensuravelmente apaixonante''.
Marlon- príncipe maluco

Me representa


''Esperar me faz mal, me adoece inteira''.
Clarice Lispector

Salmo 113


Ele ergue do pó o pobre desvalido e o coloca sentado entre os príncipes de seu povo''.
Salmo-113

Amando


O Coração É um Caçador Solitário - Numa cidadezinha do sul dos Estados Unidos, no final dos anos 1930, os efeitos da Grande Depressão ainda se fazem sentir. Personagens como Biff Brannon, dono do restaurante que nunca fecha na cidade; a garota Mick, forçada a passar abruptamente da infância à idade adulta; o agitador marxista Jake Blount; o médico negro Benedict Copeland, que atende de graça os pacientes pobres e luta pela emancipação racial, enfrentam, além da carência material, homofobia, o flagelo da solidão e da incomunicabilidade.



sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Digitais


''Meu corpo é fatalmente marcado pelas suas digitais , isso é bom, isso é ruim e é por essa e outras que eu não consigo acabar o poema''
Marlon- príncipe maluco

Concordo


''Lugar de negro não é na corrente, lugar de mulher não é na cozinha, lugar de gay não é no armário ''.
Maryana Mercury

Queria o teu beijo outra vez




As entradas do meu rosto
E os meus cabelos brancos
Aparecem a cada ano
No final de um mês de Agosto...
Paulla Toller

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Marcia Santos- Santos- SP


Livro muito bem escrito. Parabéns Marlon. Tem misto de magia, aventura, amor tua maneira tão unica e sincera de contar tal aventura. Só posso lhe desejar que consiga um lugar ao sol. Cara essa leitura foi genial. Esperarei atenciosamente por uma nova obra de tua autoria. Um grande abraço . Márcia.

Nacho Vidal




Compre já


Festival de picas.
Entrevista: teste do pauzão.
Michê de rua aperta o pau na calça jeans.
Pornografia pesada.
Travesti na cama com Diego.
O cheiro da cueca vermelha.
O prazer do anal é a dor?
Apenas chupei o cu dele.
Chupei meu próprio pau, bebi minha própria porra; confesso, porra de baiano é deliciosa.
Sexo como você nunca viu
Primeiro programa: Diego e Alexandre. Tocar em suas mãos apresentou ao meu coração um sentimento antes desconhecido, mas não sei dizer...
Revelando o inusitado.
Uma pica gigantesca.
O melhor da vida é goiabada.
Gozei na boca e na cara dele.
O avesso dos desejos.
Todo michê foi criança, sentiu medo de fantasmas e chorou no colo da mãe.
Como impressionar o parceiro na cama.
A tolerância é o termômetro da conversão.
O melhor de ser garoto de programa é fazer aviãozinho, dizia Tonny.
É pecado se render aos sentimentos homoafetivos?
Na urgência de um abraço.
Até que ponto somos vítimas do hábito?
O céu de minha infância.
Bissexualidade é o sexo do futuro?
Alexandre: quem é esse homem, afinal?
Avenida Paulista.
Avenida São João.
Diego, Sandro e mais um.
Museu do Ipiranga.
A morte de um sonho é mais triste do que a morte de um homem?
Parque do Carmo.
Alexandre com o juízo preso em minha cueca.
Favônio.
Sua mão é meu abrigo.
Deus, antes de ser de justiça, é de misericórdia. A Bíblia me parece excludente e contraditória.
Como aceitar as descontinuidades?
Avenida Vieira de Carvalho: orgias, drogas e baladas LGBT.
Diego e o suicida.
Comunhão na hora do orgasmo.
Parada LGBT em São Paulo.
A profecia da borboleta marrom.
Ganhando o pão e comendo a carne.
Diego, Deus e diálogos malditamente permitidos.
Matei Deus e saí da gaiola.
Pavor é uma vida sem amor.
Michel volta para o jogo. Mas existe jogo?
Sexo como você nunca viu.
Percebendo os sinais... Mas havia sinais?
A rejeição dói como um câncer aceso no coração de Diego.
Descobrindo meu próprio sol.
Coração de príncipe.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Todos perdem a guerra


Polícia mata( negros, gays, pobres, trans), bandidos odeia e mata polícia , polícia odeia bandidos,sociedade odeia polícia e bandidos. Nessa guerra cruenta não há vencedores, apenas perdedores.
Marlon

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Respeite


Força guerreira


Minha amiga Viviane Viviany Beleboni , atriz e militante que encenou Jesus Cristo na parada gay de São Paulo, foi cruelmente esfaqueada hoje por alguém que se dizia representante de Deus.
A mais diabólica vaidade é a religiosa.Colocar sobre o ódio o manto de santidade é uma atitude perniciosa.Maldades e mais maldades revestidas de sacralidade.Então o mal começa a frequentar o altar que deveria ser lugar de santidade e a armadura religiosa passa a ser disfarce para os maus, um recurso que empresta vestes santas para os promotores do Diabo.
Meus sinceros sentimentos . .
Fé e força!
Marlon

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Convido


Convido todos os meus amigos e leitores para conferir o trabalho do maior roteirista de teatro do Brasil , meu grande amigo Zen Salles . Estarei presente. Grande beijo a todos!