segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Por Michael Jhos


Quando terminei de ler "O gosto do sexo sem rosto" definitivamente me senti mais humano, o livro aborda questões delicadas da vida de um garoto de programa e eu não imaginava que eu pudesse me identificar tanto. O livro traz uma suavidade na filosofia de uma forma tão real e natural que é impossível não se emocionar
MICHAEL JHOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário