domingo, 12 de maio de 2019

FANTASIA SOLTA



Sentado no chão da sala me ponho a escrever e fumar, com o barulho das crianças brincando e me desconcentrando, mesmo assim ousei parir por carinho inocente algumas meias dúzias de palavras.
Para ser sincero, não sei mais porque escrever, para que? Para quem?
Ontem vi dona Vanda que está aqui no Brasil de férias, fiquei impressionado como ela envelheceu, eu estou pior, já passei dos cinqüenta anos e não tenho nada, minhas mãos calejadas de escrever poemas prosaicos, olhos cansados pelas descontinuidades da vida, sem casa própria, sem dinheiro no banco.
Tenho a Adriana, o que não quer dizer muita coisa, porque ela não me tem.
Passei a minha vida inteira fugindo do amor , porque o primeiro que tive, matou minha vida.
Caminhamos para o fim, não sei o que dizer, só sei que é triste e só.
Ultimamente eu prefiro o ontem, porque ninguém estava morto e minha criança tinha a fantasia solta.
Olho com magoas do Deus, porque sempre que amei, ele jogou areia em minha festa.
Ainda preciso continuar fazendo uns bicos para não morrer de fome de comida e cigarros.
Depois de ter cruzado a linha do equador, descobrir que o prefixo do amor é a dor.
Dane-se você e seu furinho no queixo, eu vou denunciar todo mundo.
Fiquei a vida inteira sem ela, hoje mergulhado em sua ausência morro da minha pior morte.
Vou regar as plantas, ler um livro e depois sofrer por amor, pela moça.
Fui a uma cartomante e ela me disse que fui traído por amor. Não quero a missão de desvendar o avesso do mundo, eu não consigo.
Essa carta que provavelmente você nunca leia é apenas para dizer que desde o dia naquela rua que te encontrei, nunca mais parei de sofrer.
Estava nos búzios, nas cartas, na borra de café, só não habitou seu coração.
Dois corpos nus, sedentos de desejos e traídos pelo destino.
No coração da mulher traída habita todos os demônios.
Mais tarde vou acender uma vela para São Jorge, eu creio no kayros, mas o tempo está passando e o milagre não se deu como pedi.
Hoje faz uma semana que fui a um bar e entre um bilhar e outro alguém chupou meu pau no banheiro, gozei em sua boca, também por isso eu quero falar dos pichadores, eles muito me interessam, mas ainda não estou preparado para sua nudez.
Passo o dia inteiro procurando emprego e ainda me chamam de puta, demente e maconheiro.
Prefiro o lixão a os jardins.
Odeio o mar, porque ele não passa, eu passarei.
Melhorou as coisas, mas me sinto um esgoto, porque foram décadas iguais e mortais.
Papel e caneta são duas maldições altamente perigosas que vivem o tempo todo querendo peitar o insondável.
Olha, preste atenção o inferno é esperar, você eu e todos não sabemos mais esperar,ou não podemos, ficamos doentes, já não sei esperar nem pelo novo em mim, nem por você, nem pela vida, nem pelo Deus que jogou meu pão na chuva.
Não me interesso pela política, carnaval, e futebol.
Sigo da pior maneira, existe coisa pior do que seguir sem esperanças?
Meu cérebro verde cheio de borboletas marrons se diverte com o bater de suas asas, nesse baile fudido de palhaços sem riso.
Sou igual um gato fico quieto em meu canto, mas se mexe comigo eu avanço.
Fui uma criança frágil, hoje tenho que lutar todo dia pelo direito de ser frágil.
Sento em minha cadeira de escritor e me parece que tudo já foi dito.
Meu coração tem labirintos, neles cabe tudo versos de uma canção até macumba de cristão.
Amor eu tenho, sempre tive, mas nunca aprendi usar.
Não gosto do teu beijo, mas gosto do teu jeito, com esse olhar de quem não sabe ser feliz direito.
Hoje eles querem transar comigo e eu os quero no fogo inevitável do juízo final.
Você que ler meus textos intensos e cheios de uma tristeza mansa, eu agradeço, mas não esqueça: escrevo para te contaminar e não para te agradar.
-A senhora pode pagar?
-Sim.
- Quinhentos reais, dinheiro na mão e cueca no chão.
Estou lendo a Biografia de Maysa, o melhor livro que li em 2020, nunca me identifiquei tanto com alguém com me identifico com ela.
Sábado eu vou à rua: Augusta em busca de drogas, parafilias, e DST, s. O que mais me deprime na Augusta é quando os tatuados resolvem contar o significado das tatuagens.
Fui jogado aqui a esmo, ninguém me explica nada.
Voei pendurado nas asas de um pássaro de fogo, apenas para fugir do meu mundo brutal e sem sal.
É verdade que depois do começo, tudo que vier vai começar a ser o fim? Não responda, não me mate, apenas conviva harmoniosamente com essa pergunta.
Cachorro é nojento, e o poeta nos ensina a resignação fingida, mas suas cuecas sujas sou eu quem lava.
Em São Paulo com mil reais você come muitas pessoas, muitas de verdade.
Cortaram minha água, minha luz e a cada dia fica mais difícil pagar o aluguel, acho que vou precisar vender os livros, ou a alma, ou o corpo sem jovialidade.
Retalhos de sentimentos costurados no tecido do meu corpo.
Deus criou Jesus, Maria e o espírito santo, mas me diga de uma vez por todas antes que eu coloque fogo nesse apartamento quem criou Deus?
A policia mais violenta do mundo continua matando gays, negros e pobres, e nós os cínicos genuínos nada fazemos ou se quer dizemos.
67% dos homens preferem sexo anal, e você prefere o que?
Meu coração acelera demais quando leio seu nome.
O dinheiro compra o amor verdadeiro, como disse Nelson Rodrigues?
Eu já cometi meu crime particular, foi em março, mas estou cansado de cometer os mesmos pecados, ao passo que existem tantos pecados novos para eu me deliciar.
A pista me completa mais do que o casamento, e amigos você só conta até a página dois.
Ela com 11 anos, drogada, prostituida, pegou seus trapos e o cachorro nojento e foi morar comigo, levei o barulho do vento, sua maldade e uma tempestade infindável. Tenho medo da policia, de palhaços, e de bailes de carnaval, mas um dia vou a uma festa na laje de alguém e vou dançar até morrer . Marlon- Príncipe maluco

Nenhum comentário:

Postar um comentário