terça-feira, 21 de maio de 2019

SOMENTE AS FLORES SÃO FELIZES



Recorda-te do meu sorriso antes que tudo se acabe, receba essa tristeza que me invade e não desista de me odiar, um coração sem magoas me causa náuseas.
Estamos todos perdidos entre espinhos e carinho de mentira, eu amo entupido de ausências , fiquei na lona, abandonado, vencido e desprotegido, essa ladeira não tem fim e o peso só aumenta.
Finalmente sobra a pergunta: onde esta o amor? Como ele é? Ele salva ou condena? Ele é abrigo ou castigo?
Era um evento de amor e agora sobrou uma alma confundida, que se rompe em soluços para não morrer sozinha e vazia.
Esqueço , espero, rezo, desespero é como tentar jogar um balde de água no sol para tentar sobreviver a um calor insustentável que um dia aqueceu e hoje queima.
Eis que estou aqui disputado por todas as dores do mundo, amputado do meu instinto mais profundo.
Penso que sobrou essa compreensão sangrada, e essa incompreensão sagrada.
Metade de mim chora, a outra metade implora, mas eu não sei cair fora, a vida me chama, mas eu insisto em morar na lama, foi seu amor que me tornou assim, meio gay, meio dama, meio rei meio drama, mas sempre na lama.
Traga-me tu, traga-me teu corpo mesmo que morto de desprezo pelo meu desejo colorido e meu suspiro dolorido,
Sinto dores, dores no pensamento e visitando a saudade eu percebi que somente as flores são felizes.
A homem amado como eu quero-te-lo ao meu lado. . .
Joguei pedra na vidraça, e agora eu não consigo conviver com o barulho dos vidros caindo.
Nunca fui cobaia de ninguém nem de Deus, não serei sua.
Homem de verdade não tem medo da morte, tem medo de uma vida morna.
Homem de verdade sabe ser doce e agressivo na mesma frase, na mesma hora, na mesma cama. Consigo. Você consegue?
Calma, saia devagar, eu prometo fazer o mesmo, porque ser cuidado é mais lindo do que ser amado.
Estou me despedindo de você, e agora, calma, espera um instante, (aconteceu um acidente: minha visibilidade acabou de ser atropelada pela lagrima rolada).
Eu nunca te vi, sempre te amei, restou-me a possibilidade de milagrar em flores imaginarias para decorar seu nome até o último dia.
Nunca te tive, sempre te amei e aquela mania de falar igual uma metralhadora, era apenas uma maneira infantil (não estou imune a infantilidades) de te pressionar para ouvir duas palavras de sua boca: estou aqui!
A vida me deu muito, me permite viver muito além do que mereço de fato, mas me tirou muitas coisas inclusive o demônio colorido. Eu nem conhecia o amor e fui obrigado a conhecer o avesso do mundo para sobreviver a dor de possivelmente nunca te ter ,para aprender a perder sem ficar inteiramente retalhado por dentro.
Estou cansado, estou querendo parar de fumar, tenho sentido muita preguiça de acender o cigarro.Não consigo mais carregar meu corpo cheio de dores, repleto de CORES!
Pela minha assumida inabilidade em lidar com a palavra fim,estou saindo do seu caminho para que você possa voar pássaro negro, índio, lindo. Dia 15 foi aniversario de sua cidade. Eu não ganhei nada, fico totalmente desconcertado quando ganho presentes embora gosto de ganhar , livros, cuecas caras, relógios , flores e goiabada. Mas foi um dia feliz para você 15/09, tão feliz que não sobrou um punhado se quer de você para mim, nem mesmo o presente que ganhei de Manoel Messias eu puder abrir, não me sinto no direito, porque não tenho nada para oferecer em troca, não sei matemática, informática, logística, não tive o privilegio de possuir muitos dons, só sei escrever poesias, mas isso não te interessa sua indiferença em relação a elas tu deixa claro. Estudei em escolas péssimas, não tive as mesmas oportunidades que você. O único instrumento de sedução que possuo é a poesia. ( POEMAS é a única isca que consigo colocar na ponta do anzol, mas você não morde.) Escrevi tantas para você, nem se quer deu importância, fingiu querer saber por educação apenas. Possuo uma alma infeccionada de tanto amor , como todos os poetas mas ,compreendo perfeitamente que tu não tem obrigação de ser igual Eu consigo apagar todos os desenhos que fiz de você dentro de mim com giz, carvão e ternura natural. Você consegue fazer a mesma coisa? Não precisa responder.( nunca me respondeu nada, mais que descaso, desrespeito) Vamos tentar apenas, se falharmos, que um anjo generoso nos avise a tempo. Vale ressaltar que temos pouco tempo. Para não dizer que não falei das flores, quem sabe faz a hora não espera acontecer .Se falharmos somente nos restará um caminho: nos render definitivamente a humilhação de aceitar que por alguma razão que desconhecemos precisamos da deliciosa e mortal matéria clandestina chamada nós.M+M
Quando se aprende a amar o mundo passa a ser teu: o poeta me contou, mas é segredo!
Escrevo em meio a palavras cegas, mas elas vem do coração, as vezes penso em você e por um instante o mundo parece ter se tornado exatamente como eu quero.
Se Raul Seixas estivesse vivo, sobre você ele apenas diria que você é O HOMEM, mas eu iria mais longe lembrando a musica A MAÇA : EU QUIS TER TUA ALMA, TER TEU CORPO, TUDO EMFIM, MAS , TU ME INFORMOU QUE ALÉM DE DOIS EXISTEM MAIS.Pior morte!
A única coisa que me consola é saber que pode demorar cem anos,independente dos possiveis acontecimentos , indiferença e desacontecimentos, eu afirmo com 100% de convicção que nunca vou morar no seu esquecimento.
Se for para te ter e te perder depois , prefiro nunca te ter, eu aprendi a ter tudo que sempre quis, só não aprendi a perder. Me perdi quando por amor apaguei o sol com a mão, em razão disso não tenho força para perder mais nada. Cansado de tentar resgatar em mim uma pureza que nunca existiu, escrevo essa frase em estase de quem possui digitais que tocaram todos os tons da palavra FIM. O que ainda sobrou de lucidez se confunde em mim com uma espécie de escuridão e eu só consigo ver beleza nas flores da estação passada, as flores de hoje esqueceram-se de nascer e as da próxima estação estão todas mortas. O que me resta é milagrar em morte diária.
Seu interesse é só traição, e mentir é fácil demais, as vezes é meu único divertimento. No coração ninguém manda, ele fica onde se encanta.
Mascarados não podem se amar.
Teu perfume barato( m.c) Deus não quis da mais . . .
Estamos vivendo e o que disserem dos nossos dias serão para sempre . . .
Calma, para variar vou me repetir como você tanto gosta, calma, calma, calma, calma, não estou querendo jogar areia na sua devoção pela escuridão, é tão certo que por tudo e por nada ao mesmo tempo você vai perceber que nunca houve escuridão, você é que é cego. Não é uma profecia , é que sei um pouco das coisas, o poeta me contou.
As pessoas nunca perdem o que nunca teve, eu perdi , e tudo que eu mais quero é parar de chorar, mas porque ainda não comecei não consigo parar. Covardia? Jamais, nada em mim nunca foi covarde, nem as minhas desistências . . .
Perdemos, te convido a celebrar comigo a vitoria da fragilidade. Me perdoe, estou em obras. Me poupe de suas cuspidas violentas, eu sou um mistério para mim.
Antes que eu te esqueça e depois não exista ódio entre nos dois, preciso que saiba de uma vez por todas que sem tudo que criei em mim de você parece que o sol morreu, com tudo que criei de você em mim parece que o sol sou eu.
Levantou o SOL do meu coração em pleno inverno, trouxe FLORES, pra minha estação AMOR eterno!mm
Marlon( Príncipe de M).

Nenhum comentário:

Postar um comentário